3 dicas para estudar a distância e memorizar o conteúdo

Autor(a):

material-escolar

 

As novas tecnologias melhoraram a vida das pessoas em muitos aspectos. Quando falamos em memorizar, porém, o excesso de informação decorrente de estarmos sempre conectados, dificulta nossa capacidade de lembrar dados, até mesmo os mais simples, como nomes, lugares e datas.

As dicas de memorização que trazemos aqui valem para qualquer aluno ou profissional. Em especial, quando você precisa estudar a distância pode se beneficiar mais, considerando que o aluno de EaD depende um pouco mais do esforço próprio para alcançar êxito nos estudos.

 

1 – Fazer anotações com as próprias palavras

 

É bem comum adotar a estratégia de fazer anotações para tentar memorizar o conteúdo. Mas a qualidade destas anotações é algo que pode fazer a diferença para ter mais eficácia no aprendizado.

É mais indicado que as anotações sejam feitas nas suas próprias palavras. Quando apenas transcrevemos o conteúdo das aulas que assistimos, não organizamos aquela informação da maneira que o cérebro precisa para memorizar.

Existe uma outra metodologia bastante interessante e que vai um pouco além. Fora usar seus próprios termos, incentiva conexões e usa palavras-chave, imitando o funcionamento do nosso cérebro.

mapa-horizontal-esquema-palavras chave

A partir do Mind Mapping, o desenho/mapa de cada aluno fica completamente diferente, já que revela o que é mais importante para cada um, sendo uma anotação muito mais personalizada e útil.

Para isso, faça seu mapa usando o papel na horizontal, de preferência sem linhas (o exemplo acima é do Ted Talk da PhD em matemática Hazel Wagner). Elege-se o assunto principal e conecta-se tópicos, pequenas frases e palavras-chave de maneira livre e personalizada. Assim, você não apenas transcreve sem pensar, mas cria algo seu, memorizando as informações.

 

2 – Imitar um professor e ensinar o que aprendeu

Quadro-aula-apresentação-memorizar

Uma forma bastante interativa de memorizar um conteúdo é ensiná-lo a outras pessoas. Brincar de professor te obriga a pensar no conteúdo completo, organizar os detalhes e replicar nas suas palavras.

Os motivos precisos que explicam a eficácia do método não estão totalmente claros, mas há estudos em Psicologia Cognitiva Aplicada colocando que o diferencial está nesta abordagem mais ativa, que nos obriga a trazer à mente o conteúdo estudado para passá-lo adiante (em vez de apenas estudar de novo o conteúdo, passivamente). As informações que realmente usamos, não apenas ouvimos, anotamos ou lemos, são aquelas que memorizamos melhor.

Pesquisadores, no entanto, alertam para a qualidade desta “aula” para ter melhores resultados. O método é eficaz quando o apresentador de fato internaliza aquele conteúdo a ser exposto, no lugar de apenas contar com anotações no momento de compartilhar.

 

3 – Fazer rimas ou músicas com o conteúdo

música-ritmo-aprendizado

A prática de fazer uma música com as informações ou apenas usar o recurso das rimas é bastante usada por professores no ensino médio, principalmente para as fórmulas que vão “cair no vestibular”.

Mas, nada impede que você mesmo aplique este método nos seus estudos, em qualquer fase da vida. A poesia e a música podem ser excelentes ferramentas didáticas. Isso acontece por termos construído um relacionamento afetivo com este formato durante toda nossa vida. A música e a poesia interferem com nossos sentimentos, estimulando o interesse no conteúdo.

É uma forma de aprender e memorizar, ao mesmo tempo que se brinca.

_________________________________________________________________

Para finalizar, uma dica para quem estuda a distância e depende bastante do esforço próprio, é buscar uma instituição que se preocupa em manter canais de comunicação eficazes, com uma tutoria ativa e fóruns para tirar dúvidas com professores e colegas.

No Programa EaD Uniandrade os tutores são professores da casa, que hoje totalizam mais de 200 profissionais. Por meio de um Fórum e de canais de Monitoria, nossos alunos interagem e tiram suas dúvidas rapidamente, tanto sobre o conteúdo, quanto questões administrativas.

#insta
#facebook
Uniandrade © 2019