Aula prática de Fisioterapia aborda Paralisia Cerebral como tema da Neurologia

Autor(a):

Em abril, os acadêmicos do Curso de Fisioterapia da Uniandrade vivenciaram uma experiência enriquecedora no seu processo de ensino-aprendizagem: uma aula prática sobre Neurologia, ao qual se abordou o tema da Paralisia Cerebral.

A Paralisia Cerebral é considerada como uma lesão que atinge o cérebro quando este ainda é imaturo, ou seja, na formação do indivíduo. Ela pode ocorrer durante a gestação, no momento do parto ou após o nascimento, quando provocada por doenças (sarampo ou meningite, por exemplo), envenenamento ou traumatismo.

A aula ministrada abordou os conceitos de Encefalopatia Crônica não progressiva da Infância, na qual os alunos puderam observar o tipo de tônus, topografia e manuseio. A importância dessa temática se explica pela espasticidade da lesão de caráter não progressivo. Em outras palavras, é um desequilíbrio na contenção muscular que causa tensão e inclui dificuldades de forma e equilíbrio, comprometendo o desenvolvimento motor da criança. Os problemas decorrentes ainda podem incluir alterações na fala, cognição, visão e audição.

Sendo assim, a abordagem fisioterapêutica tem a finalidade de preparar a criança para uma função e manter ou aprimorar as funções já existentes, atuando sempre de forma a adequar a espasticidade existente. 

#insta
#facebook
Uniandrade © 2019