Jogos digitais, robótica e sistema web são destaques em Projetos de Informática

Autor(a):

Planejamento, teste, ação e demonstração. Neste primeiro semestre de 2019, os Projetos Integradores dos Cursos de Informática da Uniandrade deram um show de ideias e tiveram como resultado final uma amostra de produtos desenvolvidos pelos alunos, tais como sistemas de controle de doação de órgãos, jogos digitais, projetos para StartUps e até um campeonato de robótica!

Os alunos do Curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas apresentaram suas propostas de projetos tecnológicos para a criação de StartUps, voltados para os pilares das chamadas Cidades Inteligentes (Smart Cities). O modelo de cidade inteligente inclui fluxos de pessoas interagindo e usando energia, materiais, serviços e financiamento para catalisar o desenvolvimento econômico e a melhoria da qualidade de vida, a fim de dar resposta às necessidades sociais e econômicas da sociedade. Logo, os acadêmicos apresentaram projetos nesse conceito e envolveram temas como sustentabilidade, mobilidade urbana e segurança.

Já os alunos do 2º e 3 período do Curso de Ciência da computação, realizaram um campeonato de robótica com robôs autônomos. Essas máquinas são capazes de realizar tarefas e cumprir objetivos em ambientes diversos sem o controle ou intervenção humana, e são estruturados de acordo com o nível de autonomia desejado, dependendo da função que precisam cumprir.

Alguns deles ainda possuem também a capacidade de “aprender sozinho” e reformular sua estratégia segundo o ambiente em que estão, interagindo com outras máquinas. Para os acadêmicos, o objetivo do Projeto Integrador era desenvolver um carrinho que percorresse uma pista seguindo uma faixa preta e desviando de possíveis obstáculos.

Aos alunos do 4º e 5º períodos, o Projeto Integrador envolveu a criação de um sistema Web que gerenciasse uma clínica de recepção e doação de órgãos, utilizando um sistema Captcha para controle de segurança. O modelo do sistema cria uma solução desenvolvida para tornar processos manuais mais simples, rápidos e eficazes, além de integrar a comunicação e permitir acessos a informações relevantes por determinados públicos.

Por fim, os alunos do 6º e 7º período do Curso de Ciência da Computação tiveram como requisito do Projeto Integrador desenvolver um jogo em terceira pessoa, baseado numa história intergaláctica, na qual o personagem principal do jogo deveria explorar um mundo e fugir dos alienígenas. 

Segundo o coordenador dos Cursos de Informática da Uniandrade, Edgar Cabral, O Projeto Integrador deste semestre teve como objetivo levar os estudantes a vivenciarem algumas das futuras áreas de atuação que sua formação proporciona, de forma prática e concreta. O interessante também é a interdisciplinaridade entre os temas e assuntos dos cursos relacionados, o que fomenta ainda mais o processo de aprendizagem de forma significativa e continuada.

#insta
#facebook
Uniandrade © 2019