[:pb]Liberdade de pensamento[:]

Autor(a):

[:pb]

O artigo XVIII da Declaração dos Direitos Humanos diz o seguinte:

Toda a pessoa tem direito à liberdade de pensamento, de consciência e de religião; este direito implica a liberdade de mudar de religião ou de convicção, assim como a liberdade de manifestar a religião ou convicção, sozinho ou em comum, tanto em público como em privado, pelo ensino, pela prática, pelo culto e pelos ritos.

Na data de 14 de julho é comemorado em todo o mundo o dia da Liberdade de Pensamento, a data não foi escolhida à revelia, é o dia da tomada da Bastilha, momento histórico extremamente importante como demonstração da guinada de pensamento que varreu a Europa durante o século XVIII e representou a queda do Antigo Regime.

Ponto culminante do Iluminismo, a Revolução Francesa resultou em uma mudança significativa na maneira de pensar e na maneira de agir das pessoas.

Dentre todas as formas de liberdade, a liberdade de pensamento talvez seja a mais significativa, pois garante em seu âmago a possibilidade de acesso ao conhecimento humano sem restrições, bem como a propagação desse conhecimento, estabelecendo como pilar da construção de qualquer sociedade a certeza de poder valorizar sua cultura e os seus direitos individuais

Muitos filósofos já se debruçaram sobre o conceito de liberdade, de Sócrates até Sartre e, independentemente de suas diferenças de perspectiva, todos defenderam um ponto em comum, a liberdade é praticamente um sinônimo de humanidade e é extremamente necessária que sua garantia subsista a qualquer interesse, caso contrário, anula-se a possibilidade de que atinjamos o bem comum.

Um dos autores que mais se preocupou em discutir a ideia de liberdade em suas várias acepções foi o filósofo francês Jean-Paul Sartre, sua obra abrange desde peças de teatro, romances e obras de filosofia – Sartre foi uma das figuras centrais do Existencialismo, corrente filosófica que valorizava a liberdade do homem como princípio e justificativa da existência, Sartre é o autor da máxima: “O homem é condenado a ser livre”.

Para quem procura uma porta de entrada no universo da Filosofia ou apenas conhecer um pouco mais sobre um dos pensadores mais importantes de todos os tempos, fica a recomendação, principalmente porque seu maior tema é aquilo que todos nós procuramos exercer todos os dias, nossa liberdade de ser e de pensar.

[:]

#insta
#facebook
Uniandrade © 2019