Você conhece o novo Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem?

Autor(a):

A Enfermagem é uma profissão da área da saúde cuja essência e especificidade é baseada no cuidado e bem estar do ser humano no âmbito individual, com base nos direitos humanos das relações interpessoais.

Logo, suas capacidades envolvem o desenvolvimento de atividades de promoção, recuperação e reabilitação da saúde e prevenção de doenças, compreendido como um componente próprio de conhecimentos científicos e técnicos e reproduzido por um conjunto de práticas sociais, éticas e políticas, que se processam pelo ensino, pesquisa e assistência.

 

Pensando no aprimoramento do comportamento ético na saúde, o Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) sancionou a Resolução n°564/2017, que aprova o Novo Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem (CEPE).

Considerado como um dos alicerces que norteiam o exercício da Enfermagem, o CEPE foi firmado para garantir melhor atendimento das pessoas, respeitando os valores contidos na Declaração Universal dos Direitos Humanos e fazendo referência aos artigos contidos na Convenção de Genebra da Cruz Vermelha e dos códigos mais antigos. O documento ainda se aplica a Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem, Auxiliares de Enfermagem, Obstetrizes e Parteiras, bem como aos atendentes de Enfermagem. Leia a Resolução na íntegra clicando aqui.

 

Segundo o presidente do COFEN, Manoel Carlos Neri da Silva, o Novo Código de Ética reflete a complexidade da atuação profissional nos tempos atuais. Para o presidente, as ocorrências éticas são eventos danosos causados por profissionais de Enfermagem no decorrer do exercício e que têm a ver com a atitude inadequada face à sua atuação ou perante aos demais.

Esses eventos podem acarretar alguma forma de prejuízo ou dano, seja devido à falta de atenção, de habilidade, de conhecimento, de zelo, ou até omissão; ferindo os princípios éticos da Enfermagem e não se limitando a inobservância das normas éticas do CEPE. Por isso, o Novo Código de Ética concilia a defesa e proteção ao bom profissional de saúde e a construção e a manutenção da sua consciência ética.

 

É essencial que o profissional deva participar como integrante de sociedade, das ações que visem satisfazer às necessidades de saúde da população, respeitar a vida, a dignidade e os direitos da pessoa humana em todo o seu ciclo vital, sem discriminação de qualquer natureza, exercer suas atividades com justiça, competência responsabilidade e honestidade, prestar assistência à saúde visando à promoção do ser humano como um todo, e exercer a profissão com autonomia, respeitando os preceitos legais da Enfermagem.

 

ÉTICA E EDUCAÇÃO

Desde o ensino do Curso de Enfermagem da Uniandrade, bem como a oferta de Cursos de Especialização nas áreas da Saúde, a ética agrega e integra as várias disciplinas da grade curricular de forma integral,  interdisciplinar e transdisciplinar, com conteúdos que permitem a criação de espaços para a reflexão, com característica de fazer “parar para pensar”, e objetivam o raciocínio adequado para conduzir com competência, comprometimento e responsabilidade a profissão.

Conheça nossos cursos de pós-graduação da Uniandrade e escolha uma formação que promove a melhoria da assistência profissional prestada ao paciente, em especial para situações de urgência e emergência:

#insta
This error message is only visible to WordPress admins

Error: The account for uniandradeoficial needs to be reconnected.
Due to recent Instagram platform changes this Instagram account needs to be reconnected in order to continue updating. Reconnect on plugin Settings page

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.

#facebook
Uniandrade © 2019